quinta-feira, 22 de julho de 2010

Preceito do Dia 22 - Quem É O Fundador da "Seicho-No-Ie"?


"Quem fundou os ensinamentos da Seicho-No-Ie foi Kanzeon Bosatsu. A inscrição Jissô (Imagem Verdadeira), que reverenciamos nos salões da Seicho-No-Ie, significa a Imagem Verdadeira de cada um dos adeptos, e quem nos ensina sobre essa Imagem Verdadeira não é um ser humano, mas Kanzeon Bosatsu, que se encontra no mundo espiritual.

E consta claramente na Sutra do Lótus que Kanzeon Bosatsu possui uma força sobrenatural infinita, que salva as pessoas na vida cotidiana.

A Sutra do Lótus foi criada por Sakyamuni nos últimos dias de sua vida. É considerada a melhor e mais preciosa sutra entre todas as sutras do budismo. E foi Kanzeon Bosatsu que fundou a Seicho-No-Ie. Está escrito na Sutra do Lótus que qualquer que seja o desejo da pessoa, se pronunciar o nome de Kanzeon Bosatsu e orar com fé, esse desejo será realizado naturalmente."


(Mundo Ideal, Ano XII, nº 141, pg. 21)


Se teve duas Entidades que sempre gostei dentro da SNI, e que chegaram a ser batizada como meus hipotéticos filhos junto a minha augusta noiva, eram Kanzeon Bosatsu (a quem chamava carinhosamente de "Kankan"" e Deus Sumiyoshi (a quem abusadamente alcunhei de "Sussu"). É bom ter essa intimidade carinhosa com tais entidades, tome-se por exemplo o "Amiguinho" da preletora Ednalva e "O Cara Lá de Cima" da Xuxa, por exemplo.

Mas, voltando ao texto, Kankan, ou melhor, Kanzeon Bosatsu é o fundador ou a fundadora da Seicho-No-Ie...

Resta muito claro a razão pela qual Kankan é o(a) fundador(a) da SNI: Kanzeon Bosatsu é aquele que escuta as vozes do mundo e livra a humanidade dos sofrimentos, certo? Certo. Agora, peguem a edição especial do primeiro número da revista Seicho-No-Ie e leiam o "Significado Espiritual do Surgimento da Seicho-No-Ie e Sua Obra". Até eu vou pegar, um instante...

Achei. A minha edição, eu a tenho ainda a nota fiscal, comprada em 18 de agosto de 1999, custou a bagatela de 2 míseros reais, o preço de uma revista sagrada de hoje. Vou destacar apenas e tão somente o segundo parágrafo, escrito pelo Mestre (será que foi ele mesmo???):


"A humanidade encontra-se agora diante do perigo. Variadas formas de miséria avançam sobre a humanidade, que é arrastada como um pequeno barco prestes a ser tragado por ondas bravias. Hesitei em me levantar e tornar-me um líder, pois temia ser acusado de presunçoso. Queria permanecer sempre humilde como um simples perseguidor da Verdade. Porém, o desejo de permanecer na humildade parece-me tentação para levar uma vida sossegada. Preciso vencer essa tentação e salvar a humanidade. Preciso salvar a humanidade com toda a chama que possuo. Por menor que seja a minha chama, não deixarei de iluminar o caminho que a humanidade deve seguir"


Será que qualquer semelhança é mera coincidência? Creio eu que não. E vocês? Salve Kankan!


PS: Levei até susto ao procurar uma imagem de Kankan para ilustrar este post. Vocês viram o símbolo que lhe adorna o pescoço? É de arrepiar, não???

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário